Navegando Posts marcados como Prêmios Nobel

Mensagem aos nossos seguidores: Conforme anunciamos anteriormente, de uns anos para cá passamos a desenvolver as atividades jornalísticas prioritariamente nas redes sociais, onde criamos uma vasta rede de páginas e grupos no Facebook (e mais recentemente no WhatsApp) que atualmente alcançam mais de 6,5 milhões de pessoas entre seguidores e membros (ver lista parcial neste [...]

Devido ao grande volume de vídeos que tornavam lento o acesso às páginas deste site (antes ficavam na coluna lateral direita), resolvemos criar uma página exclusiva para este conteúdo, que mesmo assim ficou pesada, sendo a solução encontrada criar esta página com links para outras três, cada uma contendo grupos conforme a cronologia que foram [...]

Ronaldinho Gaúcho, a maior fraude do futebol brasileiro de todos os tempos (nunca jogou coisa nenhuma, vendido a peso de ouro para a Europa, com passagem apagada pela Seleção e agora retornando ao Flamengo pior do que nunca), foi agraciado pela Academia Brasileira de Letras com uma medalha “pelos relevantes serviços prestados”. Uma entidade que [...]

BURRICE NACIONAL É DESTAQUE MUNDIAL COM PRÊMIO IGNOBEL Incapaz de produzir qualquer talento merecedor do destaque máximo mundial de intelectualidade que é o Prêmio Nobel, a certeza proposta em alguns comentários recebidos da matéria que iniciou esta série, de que o Brasil seria merecedor de prêmios apenas pelas estatísticas campeãs em todos os índices DAQUILO [...]

SAIU MAIS UMA LISTA DE PRÊMIOS NOBEL  E como de praxe, o Brasil continua de fora! Dia 6 de outubro de 2010. Mais uma data trágica e vergonhosa para um braziliano de verdade: anunciada a lista anual dos ganhadores de Prêmios Nobel e mais uma vez, como sempre, sem a menor possibilidade de haver algum [...]

O fato é que a Argentina, com apenas 39 milhões de habitantes, já coleciona CINCO Prêmios Nobel, enquanto o Brasil, com seus 195 milhões de “cérebros”, possui ZERO, ZERO, ZERO! É sabido que qualquer avaliação séria a respeito de “ranking” de países tem como fundamento os índices de desempenho PER CAPITA. Se aplicarmos a proporcionalidade de população, essa realidade vergonhosa para nós é o mesmo que dizer que um argentino tem, estatisticamente, matematicamente, cientificamente, em média, CINCO VEZES mais inteligência, cultura e educação que um brasileiro! Ou seja, na cotação mundial de povos produtores de Prêmios Nobel, nossa produção per capita é de 195 milhões/ZERO cujo resultado é ZERO, enquanto a Argentina tem 39 milhões/5, o que, já de cara, impede qualquer comparação em termos de inteligência, em favor de “nuestros hermanos”.