O LIVRO MAIS VENDIDO PARA ESCOLAS APOIA COMUNISMO DESCARADAMENTE!

0
393

VOCÊ CONHECE O LIVRO DE HISTÓRIA MAIS VENDIDO DO PAÍS?

Mario Furley Schmidt é o autor que mais vendeu livros de história no Brasil. Sua publicação chamada “Nova História Crítica” vendeu mais de 10 milhões de exemplares através do Ministério da Educação dos governos petistas e foi lida por mais de 30 milhões de estudantes.

Isso significa que uma geração inteira aprendeu uma suposta história do Brasil e do mundo com base nos conteúdos desenvolvidos por Mario Schmidt.

O livro apresenta forte retórica anticapitalista e o texto distorce figuras históricas.

Por exemplo, ao falar do ditador comunista chinês Mao Tsé-tung, responsável por dezenas de milhões de assassinatos, afirma que ele “amou muitas mulheres e foi por elas correspondido” e “foi um grande estadista e comandante militar”.

No material desenvolvido para alunos de 5ª a 8ª série, faz elogios ao regime cubano, critica a propriedade privada e faz propaganda do Movimento dos Sem-Terra (MST) e dos narco-guerrilheiros das FARCs.

Dependendo da sua idade é possível que você, assim como eu, tenha estudado com este livro na escola.

Sobre o vínculo político de Mario Schmidt, ao procurar no site Filiaweb, aparece a sua filiação no Partido dos Trabalhadores (PT).

Mario ficou milionário (recebeu 10% da venda dos mais de 10 milhões de exemplares) à custa da educação de uma geração inteira.

Você ou os seus filhos estudaram com esse livro?

Você acha justo o Estado ser o responsável pela educação e utilizá-la com fins ideológicos panfletários e políticos?

Melhor do que descrever a militância do material, vamos colocar algumas fotos para refrescar a memória:

Autor do texto – Lucas Ferrugem (com pequenas correções)

Postagem original em minha página “FORA COMUNISMO” – https://www.facebook.com/Fora.Comunismo.Br/posts/1285804878417427

Comente aqui e no Facebook:

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.