APOLOGIA AO COMUNISMO SERÁ CRIME, COMO É COM O NAZISMO!

0
262

SE APOIAR O NAZISMO É CRIME NO BRASIL, POR QUE NÃO O COMUNISMO QUE COMETEU MUITOS MILHÕES A MAIS DE MORTES E DEVASTOU DIVERSAS NAÇÕES E POVOS?

Projeto do deputado federal Eduardo Bolsonaro atualiza e reforça PLS anterior que estava sendo barrado há anos pela CDH – Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, dominada pela esquerda.

Mesma coisa aconteceu com projeto para Criminalização da Apologia ao Comunismo de autoria do escritor e jornalista Felipe Porto (SUG-024/2017) que chegou a ter mais de meio milhão de votos (entre a favor e contra) e foi sorrateiramente arquivado pela CDH do Senado Federal.

Com o crescimento das bancadas de parlamentares conservadores e de direita, esse Projeto finalmente deve ser aprovado, como já aconteceu em sete países europeus que foram massacrados por essa ideologia genocida.

Observem que até o PCdoB, último partido político brasileiro que ainda ostentava a denominação comunista e a foice e martelo como símbolo, recentemente anunciou a mudança de nome para “Movimento 65” e trocou o vermelho pelo amarelo.

Portanto, devemos ficar atentos com esses camaleões que tentam seguir enganando a população para seguir com seus projetos antidemocráticos cujo único objetivo é acabar com as liberdades individuais e se apossar das propriedades e meios de produção, como o PT, PSol, Rede, Mov65, PDT e seus pelegos, como a CUT, MST, UNE e outros!

“O preço da liberdade é a eterna vigilância”, temos que combater o socialismo/comunismo permanentemente! A nossa Bandeira jamais será vermelha!

Veja a postagem original no Facebook: https://www.facebook.com/Felipe.Porto.11.11/posts/3278240778960240

*SE APOIAR O NAZISMO É CRIME NO BRASIL, POR QUE NÃO O COMUNISMO QUE COMETEU MUITOS MILHÕES A MAIS DE MORTES E DEVASTOU…

Publicado por Felipe Porto 11:11 em Quarta-feira, 2 de setembro de 2020
Comente aqui e no Facebook:

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.